9 MESES DE CIRURGIA...




Olá pessoal, desculpem o sumiço! Muita coisa acontecendo.... Mas estou viva! E muito bem viva! Posso dizer que estou cada dia melhor e melhor, graças a Deus. 
Também, desde que fiz a cirurgia de retirada da vesícula ( faz dois meses) me sinto muito mais disposta, consigo me alimentar melhor e me exercitar.
Sim! Estou me exercitando regularmente.

Vejam nas fotos como estou fininha... Já foram 49,5 kg eliminados desse corpo, pra nunca mais voltar!
Por hoje é só, pessoal... até mais!





Olá, pessoal!


Oi gente, como estão vocês? Desculpem o sumiço, mas muita coisa aconteceu desde dezembro!
Bom, em dezembro, depois de muitas dores, vômitos e enjoos, eu finalmente descobri o que tinha de errado comigo: pedras na vesícula e vesícula inflamada!

Fui submetida à uma cirurgia de emergência para a retirada da vesícula no dia 22 de dezembro de 2015, por laparoscopia, como foi a minha bariátrica.

Para informação, vale dizer que muitos operados bariátricos passam por isso, afinal, a vesícula precisa trabalhar mais e fica sobrecarregada. 

Estou grata pela minha boa recuperação e que agora está tudo bem, voltei à cozinhar e estou comendo bem melhor. 

Na foto, eu no hospital com meu marido, me recuperando.

Volto logo em breve pra postar fotinhos de como estou hoje! 
Ah, vocês podem também me seguir no instagram, onde apareço mais frequentemente. 
@fabilangebrandes 

Até mais pessoal!


6 meses de cirurgia - atualizando


Olá pessoal, sei que ando sumida. Desculpem. Aconteceu tantas coisas nesses últimos dias! Eu estou me sentindo muito bem, cada dia melhor e melhor. 

Fui na nutricionista na semana passada e até agora já se foram 38 kg. Estou com o peso que era pra estar aos 9 meses de operada, então estou indo muito bem. Preciso fazer mais exercícios para o braço, mas fora isso, tudo certo.

Que tal umas fotos pra vermos como estou???



Cada dia mais feliz e mais fina! Rumo ao meu objetivo de cravar os 100 kg até dia 31 de dezembro!
Até mais!

E os medos que vieram com a cirurgia?



Olá gente linda, desculpe o sumiço, mas a vida anda corrida, muitas coisas acontecendo ao mesmo tempo!  Mas nessa corrida ainda sobrou um tempinho para a reflexão. 
Quando decidi fazer a cirurgia, muitos medos vieram à minha mente, óbvio. O novo assusta e é sempre surpreendente....

Elenco:

1) E se eu morrer na cirurgia?
2)E se não der certo a cirurgia?
3) E se eu passar muito mal no hospital?
4) E se eu fizer a cirurgia e não emagrecer?
5) E se der alguma complicação e eu ficar internada muitos dias?
6) Será que eu vou aguentar toda essa pressão? 
7) E se eu vomitar loucamente por causa da anestesia?
8) E se a anestesia não pegar e eu sentir tudo?
9) E se eu tiver um ataque de pânico no hospital?
10) E se na hora H eu desistir?

Esses eram meus principais medos antes de operar...mas com muitas conversas com a nutricionista         (também operada), com os médicos, psicóloga, marido e família, eu fui encarando cada um dos desafios, e no dia da cirurgia, eu estava pronta.

Mas os medos não acabaram por aí.... depois da cirurgia, vieram outros medos.... você pode dizer que eram bobos, mas pra mim, eram verdadeiros monstros. Elenco novamente,e respondo.

1) Quando eu vou poder tomar água?

Pude tomar meu primeiro golinho de água depois de um dia operada. Foi tranquilo.

2) Será que eu vou conseguir comer alguma coisa?

No segundo dia de operada, comi 25 ml de gelatina na primeira refeição. Me senti muito satisfeita.
3) E essa sonda para urina, na hora de tirar? ai, ai ai....

Na hora de tirar a sonda eu morria de medo, mas as enfermeiras têm muita prática, não senti dor alguma, só uma sensação estranha lá embaixo.

4) E pra tomar banho com esse dreno?

Minha mãe me dava banho, eu me sentia fraca e não tinha jeito nenhum pra tomar banho com aquela mangueira pendurada dentro de mim. Cada banho era um verdadeiro processo.

5) E pra dormir com esse dreno?

Sempre meio incômodo, mas de ladinho, de barriga pra cima, e com medo de que o dreno saísse de dentro de mim.

6) E se eu vomitar toda a comida que me derem? 

Não vomitei nenhuma vez, sempre comendo com calma, paciência e menos do que a quantidade recomendada.

7) Será que um dia eu vou poder beber água com um baita gole?

Depois de alguns meses, sim, eu consegui.

8) E o medo que eu tinha de comer depois de ir pra casa?

Esse medo foi muito forte. Cada vez que eu ia comer eu tinha medo de passar mal, mas aos poucos, eu fui me adaptando e perdendo esse medo. Todos passam por isso, disse a minha nutri.

9) E se eu comer algo que me faça passar mal?

Pode acontecer.... iogurtes não me caíam ( e não me caem) muito bem até hoje.

10) E aquela diarreia que não passava?

Foi tenso! Tive um dia de diarreia que eu me desesperei e que até cheguei a me arrepender de ter operado.

11) E a hora de tirar o dreno?

O medo foi bem maior.... não doeu nada, e eu nem senti a retirada dele... palmas pra Esther que foi uma fofa!

12) E os comprimidos que eu tinha de tomar? 

A gente amassava e diluía com uma colher de água... eram amargos. 

13) E os dois litros de água que deveria tomar por dia?

Não conseguia tomar.... tomava o máximo de água que conseguia e boa.

14) Vou passar fome comendo 50 ml de líquidos a cada refeição?

Não. Era o suficiente e eu me sentia plenamente satisfeita!

E assim, eu fui vencendo ( e continuo a vencer) cada desafio... um a um! Se você estiver pensando em operar, fica a dica: não deixe que seu medo seja maior que a sua fé!

Beijos!

Resultados dos cinco meses...

Bom dia, galera! Estou aqui para falar como andam os resultados nesses cinco meses, como tenho me sentido e tudo mais. 
Na segunda-feira eu tive consulta com a minha nutricionista, munida dos resultados de exame de sangue que fiz. 

Estou com falta de vitamina D e com anemia, mas isso já vamos resolver tomando suplementos para repor essas deficiências. Por isso eu ando me sentindo fraca e sem energia. Também vou combinar suco de laranja após o almoço pra melhor absorção de ferro na alimentação. 

Quanto ao peso, a balança mostrou 110,7 kg, ou seja, - 31,3 kg desde que fiz a cirurgia. Já alcancei a meta dos seis meses, fiquei muito contente com isso. No mês foram 4 kg eliminados e -4 cm de quadril, achei o máximo.

Fora essas fraquezas pontuais, eu me sinto bem. Ainda queria caprichar mais no exercício, preciso me organizar e caminhar mais, mas aqui em Blumenau só chove!

Na foto tirada hoje, vejam como estou mais fininha....






Aproveito pra postar também a foto do dia em que minha camisa xadrez voltou a servir e eu fiquei muito feliz...


E por hoje é só! Até breve!

5 meses de cirurgia... como andam as coisas?


Olá galera linda, como está tudo?

Bom, essa semana, mais precisamente dia 15, completei 5 meses de operada, e vim dar um panorama de como anda tudo comigo.
No quesito alimentação, creio que estou indo muito bem. Estou conseguindo ingerir a maioria dos alimentos sem dificuldades, sem vômitos e sem trancamentos. 

No quesito exercício, estou mais ou menos. Tenho tido energia pra coisas mais leves somente, como caminhadas, um pouco de piscina... e só. Queria ter mais energia, mas vou trabalhando de acordo como eu posso. Sei que poderia ser mais caprichosa, por que também às vezes estou tão cansada que tudo o que eu quero é me jogar no sofá.

Segundo a minha nutricionista, estou indo muito bem no quesito pesos e medidas. Me pesei essa semana e estou com 109,9 kg, ou seja, foram 32,1 kg eliminados até agora, o que é muito bom!

Finalizo deixando uma foto que tirei essa semana.... 

Já estou bem mais fininha... :)



Alimentos que não me caem bem depois da cirurgia....

Oi pessoal... hoje vim falar de um assunto bastante questionado nas redes sociais e nas rodas de conversas de quem é operado bariátrico. Depois da cirurgia, dá pra comer de tudo? Ora, dá, mas em poucas quantidades, respeitando seu corpo, seu tempo. Eu por exemplo, já senti que alguns alimentos não me caem nada bem nesse meu novo estômago. 

Depois de mais ou menos uns 45 dias, quando recebi a minha dieta normal, tudo me foi liberado, menos água com gás, refrigerantes e bebidas alcoólicas. Eu ainda estou na fase de experimentação dos alimentos, mas aí vão algumas coisas que tenho bastante dificuldade em comer:


1) Carnes em geral: o que eu mais preciso comer, me causa náusea e muitas vezes fica entalado, principalmente se for carne assada ou frango. Ultimamente tenho comido melhor as carnes por que o restaurante que frequento usa amaciantes de carne... facilita muito! As porções são realmente muito pequenas, mas suficientes.

2) Arroz: eu já não gostava antes, agora, sinto que não desce direito, então eu nem tento. 

3) Milho: então..... eu fiquei muito mal um dia que comi milho cozido, mas não sei se foi por que não mastiguei direito, por que foi muito pesado ou o quê..... de toda forma, eu não tentei mais também. 

4) Amendoim: amendoim me dá peso no estômago, horrível. eca!

5) Iogurte: mesmo na fase líquida, eu não estou me dando bem com as bebidas lácteas. O por quê, eu não sei dizer. Parece que eu sinto um nojinho. Vai saber.....

6) Maçã: eu já não curtia muito essa fruta antes de operar, depois de operar, só como cozida com canela e adoçante, fica delícia e fica a dica! 




Que eu me lembre é isso povo.... mas cada um é um, e o importante é respeitar o seu corpo!
Logo venho contar mais coisas do meu cotidiano..


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...